Notícias de Última Hora

A duas semanas da estreia, CNN Brasil luta nos bastidores por canal em TV aberta


A CNN Brasil será lançada oficialmente no dia 9 de março, em um evento para o mercado no Ibirapuera, em São Paulo (SP). Toda a grade de programação já está montada e importantes nomes do jornalismo foram contratados. Evaristo Costa, William Wack, Reinaldo Gottino, Monalisa Perrone, Cassius Zeilmann, Mari Palma e Phellipe Siani ão alguns dos que estarão presentes no evento.

A expectativa é de que a estreia do canal na Sky, na Claro e em algumas outras operadoras menores aconteça no mesmo dia ou mais tardar, na mesma semana. O maior canal de notícias do mundo chega ao Brasil também com um aplicativo, programação ao vivo via streaming e um portal de notícias, o www.cnnbrasil.com.br. Somente na TV paga, a CNN Brasil já possui mais de 13 milhões de assinantes garantidos, o que representa cerca de 80% do universo brasileiro de assinantes.


Embora a CNN não admita publicamente, nos bastidores, o canal luta contra o tempo para num segundo momento disponibilizar seu sinal em TV aberta nas principais cidades do Brasil, assim como ocorre com a Record News com o canal 42.1 na capital paulista. A informação que já havia sido cogitada com exclusividade pelo site Bastidores da TV há dois meses, hoje se encaminha para se tornar algo concreto.

Em São Paulo, o canal gostaria de ocupar a faixa 6.1, entre Globo e Record TV. Com a mudança da TV Cultura para o 2.1, há quem sonhe que a concessão seja aberta pelo governo federal. Enquanto isso apenas é um desejo a longo prazo, a emissora estuda outras concessões que hoje estão alugadas ou praticamente com a maior parte dos horários vendidos para igrejas ou vendas.


Uma das alternativas mais viáveis é a TV Eldorado que transmitia em 36.1 para São Paulo, o sinal da TV Esporte Interativo e com a decisão da Turner/AT&T de acabar com o canal de esportes é hoje uma das frequências mais ociosas da capital paulista, transmitindo apenas VTs antigos do canal.

A CNN internacional pertence à Turner, a mesma que até então utilizava o canal 36.1 de São Paulo para transmitir o canal de esportes. Como a CNN Brasil não pertence ao mesmo grupo americano, sendo apenas licenciada pelo uso da marca, não haveria empecilho jurídico para a compra do canal aberto, uma vez que a CNN Brasil é uma empresa 100% nacional.


A TV Eldorado pertence ao Grupo Estado, dono do jornal Estadão e que no ano passado vendeu ao empresário e apresentador Ratinho a frequência 92,9 FM em São Paulo – atual Massa FM. O canal de TV que por muito pouco não foi vendido para a Turner, tem sua concessão na cidade de Santa Inês (MA) e canais presentes em cidades paulistas como São Paulo, Santos, Campinas e São José dos Campos. A ampliação de canais para outros estados depende apenas de autorização governamental.

Somente a cidade de São Paulo possui em funcionamento 47 canais de televisão aberta digital. Embora a maior parte destes canais hoje esteja transmitindo programações religiosas, alguns destes facilmente poderiam ser comprados ou arrendados pela CNN Brasil. A Mega TV, por exemplo, é um canal de vendas e está disponível no 16.1. Enquanto isso, a Rede 21, do Grupo Bandeirantes, no 21.1, está locado para a TV Universal.



Já a CNT, que ocupa o 27.1, tem maior parte da sua grade hoje ocupada por igrejas. A emissora já chegou a ser uma das principais redes de TV do país. Já o canal 32.1, está alugado para a TV Mundial. A frequência era da MTV Brasil e hoje pertence à Ideal TV. Vale destacar que esses canais também possuem concessões em outras importantes cidades do país.

Com informações do Bastidores da TV