Notícias de Última Hora

Consumo de maconha entre idosos dos EUA subiu 75%

Em 2006, apenas 0,4% dos idosos norte-americanos tinham relatado o uso de maconha no ano anterior

Imagem: Reprodução/Twitter
O uso de maconha entre os idosos cresceu 75% entre 2015 e 2018 nos Estados Unidos.

A informação está presente em um estudo publicado recentemente pela revista Jama Internal Medicine.

Em uma perspectiva geral, o consumo de maconha e haxixe nos EUA foi de 2,4% em 2015 para 4,2% em 2018.



O levantamento também constatou que o consumo da droga foi maior entre mulheres, pessoas com ensino superior e com renda mais alta.

Entre os idosos com diabetes, o aumento foi de 180% e entre os portadores de outras doenças crônicas, de quase 96%.

As pessoas que recebem tratamentos de saúde mental também tiveram um incremento de 150% no consumo.


Joseph J. Palamar, professor associado do Departamento de Saúde Populacional da New York Langone Healt, declarou:

“O uso de maconha entre os idosos não está subindo e descendo como com outras drogas. É uma linha reta.”

Benjamin H. Han, professor da Divisão de Medicina Geriátrica e Cuidados Paliativos da Escola de Medicina da New York University, acrescentou:

“Fiquei curioso para ver se eram as pessoas que estão mais doentes, digamos, com várias condições crônicas, tentando maconha, ou são as pessoas mais saudáveis, talvez com apenas uma condição de saúde. E parece que as pessoas mais velhas e saudáveis estão tentando mais maconha.”

Com informações do jornal Folha