Notícias de Última Hora

Coronavírus: vacina pode ser criada em 90 dias, diz instituto de Israel

Vacina já obteve sucesso em testes pré-clínicos

COVID-19 coronavírus. (Foto: CDC / Unsplash)
O ministro da Ciência e Tecnologia de Israel, Ofir Akumis, anunciou que os cientistas do país estão prestes a concluir o desenvolvimento da primeira vacina contra o novo coronavírus. Os cientistas afirmam que em poucas semanas a vacina estará disponível.

“Parabéns ao MIGAL [Instituto de Pesquisa da Galiléia] por este avanço emocionante”, disse Akunis. “Estou confiante de que haverá mais progresso rápido, permitindo-nos fornecer a resposta necessária à grave ameaça global ao COVID-19”, disse Akunis, referindo-se à doença causada pelo novo coronavírus.



A vacina vem sendo desenvolvida há quatro anos pela equipe de cientistas do MIGAL, segundo informou o Jerusalém Post. A eficácia da vacina já foi comprovada em ensaios pré-clínicos realizados pelo Instituto Veterinário.

O Dr. Chen Katz diz que a nova vacina é baseada em um novo vetor de expressão proteica, com o objetivo de ajudar o corpo a formar anticorpos contra o vírus.

Veja também:


No Brasil o primeiro caso confirmado da doença é de um homem de 61 anos que veio da Itália. Há ainda outras pessoas em observação e suspeitas sendo investigadas.


“No momento, estamos em intensas discussões com parceiros em potencial que podem ajudar a acelerar a fase de testes em humanos e acelerar a conclusão das atividades regulatórias e de desenvolvimento do produto final”, disse David Zigdon, diretor do MIGAL.