Notícias de Última Hora

Esquerda aciona PGR contra fala de Bolsonaro sobre jornalista

No documento protocolado na PGR, os deputados acusam Bolsonaro de incorrer na Lei do Racismo por críticas contra jornalista da Folha

Imagem: Reprodução/Twitter
Vinte parlamentares entraram com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) para abrir uma investigação contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, por causa dos comentários sobre a repórter Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

A representação foi feita por meio do gabinete do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Parlamentares dos partidos Cidadania, PSOL e PT também assinam o texto.



Os parlamentares dizem que o chefe do Executivo “atentou contra a dignidade humana e contra o necessário respeito às mulheres”, além de ter atentado “contra a liberdade de expressão jornalística”.

“Com efeito, ao que consta da mídia, as declarações do Sr. Hans que lastrearam a acusação feita pelo Sr. Presidente são falsas, pois a jornalista não ofereceu pretensos favores sexuais em troca da notícia de primeira mão”, escrevem os parlamentares


Com informações da revista Exame