Notícias de Última Hora

Congresso mantém vetos de Bolsonaro aos R$ 30 bilhões

Como a Câmara decidiu pela manutenção do veto, os senadores foram dispensados de votar

Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
A Câmara dos Deputados manteve, por 398 votos a 2, a primeira parte do veto 52, do presidente da República, Jair Bolsonaro, à Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Um dos vetos de Bolsonaro diz respeito a R$ 30 bilhões que seriam definidos pelo parlamentar responsável pela relatoria do Orçamento.

De acordo com o Ministério da Economia, com o veto e os novos projetos, haverá redução de cerca de R$ 10 bilhões nas emendas de relator do Orçamento. Esse valor retornará para o Executivo.


Com o veto, os bilhões voltam ao governo — ao menos por ora, já que os parlamentares votarão na semana que vem os três PLNs do Executivo que farão nova repartição do dinheiro.

Veja como ficam os valores das emendas, com a aprovação dos projetos:

Emendas do relator do Orçamento: passam de R$ 30,1 bilhões para R$ 20,5 bilhões

Emendas de comissões: mantidas em R$ 700 milhões

Emendas individuais: mantidas em R$ 9,5 bilhões

Emendas de bancada: mantidas em R$ 5,9 bilhões

Com informações do portal G1