Notícias de Última Hora

Deputado propõe projeto de lei para amputar as mãos de políticos condenados por corrupção


O deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) protocolou, nesta terça-feira (10), um projeto de lei que prevê a amputação das mãos de políticos condenados por corrupção, mas a sugestão não receberá atenção.

Algumas horas depois da protocolização, a Câmara dos Deputados devolveu o projeto por se tratar de uma proposta “evidentemente inconstitucional”. Boca Aberta ainda pode recorrer ao Plenário.



De acordo com o texto, a amputação seria feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e qualquer político, inclusive o presidente da República, estaria sujeito à punição, caso “condenado por crime de corrupção contra o patrimônio público, desde a condenação até o trânsito”.

O deputado alega que a medida é necessária pois os “políticos se aproveitam da boa fé dos eleitores, prometem tudo, não cumprem e nada-lhes acontece”. Ele também afirma que a “população está cansada de sofrer nas mãos de políticos inescrupulosos e frios, pessoas más, desumanas”.

Boca Aberta usa a China, o Irã e a Coreia do Norte como inspiração para a criação do projeto de lei. “O regime fechado da Coreia do Norte também condena corruptores à morte. Entre 2007 e 2010, pelo menos 37 pessoas foram executadas por praticas esse tipo de crime no país”, diz o texto.



Boca Aberta foi vereador em Londrina (PR), entre 2017 e 2018, mas interrompeu o mandato para se candidatar ao cargo de deputado federal, sendo eleito com mais de 90 mil votos.

Agência Câmara