Notícias de Última Hora

Jornalista da Folha processa Bolsonaro por danos morais

Campos Mello pede R$ 50 mil de indenização de Bolsonaro e Hans River. Terça Livre também foi alvo da ação

Imagem: Reprodução/Twitter
A repórter Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo, apresentou à Justiça uma ação com pedido de indenização por danos morais contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. 

Ela acusa Bolsonaro de proferir uma ofensa de cunho sexual contra ela e de ter reproduzido o suposto insulto nas redes sociais.

Os advogados de Campos Mello também iniciaram processos cíveis contra Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa, e Allan dos Santos, apresentador do site Terça Livre.

Nas causas cíveis contra Bolsonaro e Hans, o valor pedido de indenização é de R$ 50 mil. Na demanda relativa a Allan também é indicada como ré a pessoa jurídica Terça Livre, e o montante do ressarcimento requerido é de R$ 100 mil.



A defesa de Campos Mello alega:

“O presidente da República, em mais um ato em que desconsidera completamente a liturgia do cargo que ocupa, assumiu para si o discurso ofensivo, desrespeitoso e machista contra Patrícia na sua matinal entrevista em frente ao Palácio da Alvorada.”

E acrescenta:

“Os danos sofridos por Patrícia são gravíssimos, podendo ser facilmente constatados diante do assédio sem precedentes sofrido por ela após a manifestação do presidente.”

Com informações do Jornal Folha