Notícias de Última Hora

Maia reage agressivo a decreto que restringe uso de jatinhos da FAB

Presidente da Câmara, que é recordista absoluto do uso de jatos da FAB, voou 769 vezes desde que assumiu o cargo

Entre 2011 e 2015, quando não tinha a mordomia, Maia fez 682 viagens que nos custaram R$ 343,7 mil. Foto: Patos Hoje
As declarações agressivas contra o governo feitas nesta sexta (6), em São Paulo, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foram em reação ao decreto do presidente Jair Bolsonaro tornando mais rigorosos os critérios para utilização de aviões da FAB no transporte de autoridades. Agora, as aeronaves só poderão ser usadas em viagens oficiais, jamais em deslocamentos pessoais. O decreto atinge Rodrigo Maia em cheio. Em 2019, ele fez mais viagens pela FAB que Bolsonaro: 250 no total.

Maia é o recordista absoluto no uso de jatos da FAB: desde julho de 2016, quando assumiu a presidência da Câmara, ele fez 769 viagens por conta dos pagadores de impostos, segundo informação da Força Aérea.


A 769ª viagem de Rodrigo Maia pela FAB foi para São Paulo, ontem, para participar de evento de caráter privado do instituto FHC, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, também um crítico do atual governo.

Deputados ligados ao presidente da Câmara dizem que nunca o viram tão “descompensado”, ao ser informado do decreto de Bolsonaro.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder