Notícias de Última Hora

Mal intencionada, Globo compra série sobre Marielle, que tem mulher de Freixo como roteirista


A Rede Globo pagou caro para ter uma série sobre a história da vereadora Marielle Franco.

A direção é de José Padilha, mas o roteiro é de Antonia Pellegrino, esposa do deputado Marcelo Freixo.

Dai a óbvia conclusão de que todo o argumento terá a versão do PSOL.



A previsão de lançamento é justamente em 2021, véspera da sucessão presidencial.

É uma carta na manga da Globo, que vai trabalhar e apostar despudoradamente na desidratação do presidente Jair Bolsonaro e usar Marielle como forma de comoção.

A série terá duas etapas. A primeira será uma biografia, com o final retratando o assassinato. A segunda será focada no crime e nas investigações.

Paralelamente, o Globoplay anunciou nesta sexta-feira (6) um documentário sobre o crime.



O primeiro episódio será exibido no dia 12 de março na Globo, após o "BBB20". A estreia no Globoplay é no dia seguinte, com todos os seis episódios disponíveis, que variam entre 40 a 65 minutos.

Vão tentar de tudo…


Por Jornal da Cidade