Notícias de Última Hora

Avião da Azul é impedido de desembarcar passageiros em Altamira


O avião da Embraer 195, da empresa Azul Linhas Aéreas, chegou no aeroporto de Altamira, por volta das 16h30 desta sexta-feira, 24. A aeronave saiu de Manaus, no Amazonas, tentou descer em Santarém, foi impedida, e depois veio para Altamira. A bordo estavam 115 passageiros mais os tripulantes. A maioria deles pretendia descer em Altamira, porém uma decisão da judicial assinada pelo juiz Vinicius Pacheco Araújo, impediu que o desembarque fosse realizado. Agentes da Policia Federal e Militares do Grupo Tático da PM adentraram com várias viaturas nas dependerias do aeroporto e ficaram próximas da aeronave para evitar que algum passageiro descesse. A medida foi adotada como parte do combate da proliferação do coronavírus no município.

Alguns passageiros, ao saberem da decisão judicial que impedia que eles desembarcassem em Altamira, chegaram a se exaltar no interior da aeronave e foi necessário a Policia Federal entrar no avião para conter os ânimos.

Uma passageira chegou a passar mal e foi preciso acionar uma equipe do Samu, que foi até a pista para prestar assistência a senhora.



Agentes da Vigilância Sanitária do Município e do 10º Centro Regional de Saúde – Sespa Altamira também ajudaram os policiais a não deixar que o desembarque acontecesse.

Depois de duas horas, as policias Federal e Militar conseguiram convencer os passageiros e a tripulação a voltarem para Manaus. Já era por volta das 18h30, sobre uma forte chuva na pista quando o Embraer descolou de volta à capital amazonense.

Manaus, de onde vieram os passageiros, é uma das cidades brasileiras que mais tem casos confirmados de coronavirus e mortes registradas no momento.


Foto e texto: Wilson Soares – A Voz do Xingu