Notícias de Última Hora

Camisas com imagens de Moro são queimadas por apoiadores da Lava Jato

Vídeo viral mostra manifestantes queimando camiseta com a imagem do ex-ministro Moro

Imagem: Reprodução/Twitter
Acampados há dois anos em Curitiba, capital do Paraná, apoiadores da operação “Lava Jato” queimaram camisas com o rosto do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro.

A queima das camisetas com o rosto de Moro aconteceu, no último sábado (25), um dia após o ex-juiz deixar o governo Jair Bolsonaro disparando contra o presidente da República.


Em vídeo transmitido pelas redes sociais do movimento, os manifestantes aparecem vestidos inicialmente com camisas estampadas com a foto de Moro.

Logo em seguida, eles as retiram do corpo, mostram outras com a foto do presidente Bolsonaro, e queimam as de Moro.

Em conversa com o portal UOL, a fundadora do movimento, Paula Milani, declarou:

“O acampamento continua com a defesa da pátria e o combate ao comunismo. Tendo em vista tudo isso que está vindo à tona, continuamos com o presidente que é quem realmente está combatendo o comunismo. Estamos abatidos e decepcionados, mas vamos seguir em frente.”

E acrescentou:

“É uma decepção e uma traição [a saída do Moro]. Hoje em dia analisamos esses dois anos [que estamos] em frente à Justiça Federal, e algumas atitudes do então juiz Moro, que considerávamos normais, agora não vemos assim. [Vemos] Uma pessoa que não estava lutando contra o comunismo, mas contra o PT. E isso ele fez muito bem, mas nosso objetivo é contra o comunismo.”



Assista!


Com informações do portal UOL