Notícias de Última Hora

Idoso é enterrado em Altamira com protocolo para casos suspeitos de covid-19


O enterro do idoso de 64 anos foi realizado no cemitério São Sebastião, no quilômetro 4 em Altamira. O procedimento segue o protocolo de sepultamentos em casos suspeitos ou confirmados da covid-19 em todo o país.

Ao chegar ao local a família do idoso, que é natural de Porto de Moz, se deparou com a ausência de uma cova aberta. Uma máquina retroescavadeira foi solicitada pela coordenação do cemitério, mas a espera foi longa. A cova foi feita distante dos túmulos em um local reservado para vítimas da covid-19.


O idoso foi internado no último dia 24, no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) em Altamira, apresentando um quadro de pneumonia grave que se agravou durante a madrugada de terça-feira (27), quando foi registrada a morte. Em suas redes sociais o prefeito de Porto de Moz, Berg Campos divulgou que a causa da morte seria em decorrência do novo coronavírus.


A Sespa informou que aguarda o resultado do teste para confirmar a causa da morte, mas que por conta dos sintomas apresentados pelo paciente ele se enquadrava como suspeito de covid-19. Além desse caso, um servidor público de Medicilândia, que também estava internado no regional, faleceu durante a madrugada com suspeita da doença. O resultado do exame também é aguardado.


Durante o enterro do idoso funcionários do cemitério e da funerária usavam equipamentos de proteção individual. Sem poder chegar perto do caixão os familiares precisaram se despedir de forma rápida.

Com informações do site Confirma Notícia