Notícias de Última Hora

Na presença de ministros do STF, Bolsonaro critica Moraes e afirma que não desistirá de Ramagem (veja o vídeo)

“Respeito o poder Judiciário. Respeito suas decisões”, disse Bolsonaro


O presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou, nesta quarta-feira (29), a decisão de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender a nomeação de Alexandre Ramagem como diretor-geral da Polícia Federal (PF).

Diante do presidente do STF, Dias Toffoli, e do ministro Gilmar Mendes, Bolsonaro comentou sobre a “decisão monocrática” de Alexandre.



“Respeito o poder Judiciário. Respeito suas decisões. Mas nós, com toda certeza, antes de tudo, respeitamos a nossa Constituição. O senhor Ramagem, que tomaria posse hoje, foi impedido por uma decisão monocrática de um ministro do STF.”

Bolsonaro disse ainda que esse “sonho meu e mais dele brevemente se concretizará”.

“Eu gostaria de honrá-lo no dia de hoje dando-lhe posse na Polícia Federal. Um homem à altura de representar e de ser o chefe da segurança do chefe da Presidência. Creio essa ser uma posição honrada para o senhor Ramagem. E gostaria de honrá-lo no dia de hoje dando-lhe posse como diretor-geral da Polícia Federal. Tenho certeza que esse sonho meu e mais dele brevemente se concretizará, para o bem da nossa Polícia Federal e do nosso Brasil.”

As palavras de Bolsonaro foram proferidas durante cerimônia de posse de André Mendonça como ministro da Justiça e Segurança Pública e de José Levi como ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU).



Confira:


Com informações Renova Mídia