Notícias de Última Hora

OMS ignorou alerta de Taiwan para gravidade do coronavírus

OMS está sendo acusada por Taiwan de ignorar alertas sobre a gravidade do surto de coronavírus em território chinês


A Organização Mundial da Saúde (OMS) está sendo alvo de duras críticas depois que Taiwan divulgou o conteúdo de um e-mail enviado em dezembro alertando sobre a possível transmissão do coronavírus de pessoa a pessoa.

O governo de Taiwan informou que o alerta foi ignorado pela OMS e que a entidade ainda rejeitou fornecer informações adequadas sobre como combater o Covid-19.



Taiwan está acusando a OMS de minimizar a gravidade do surto de coronavírus na tentativa de agradar o regime comunista da China.

Ainda segundo o governo do território semi-autônomo, a OMS permaneceu ignorando os alertas mesmo após a confirmação de sete casos atípicos de pneumonia em Wuhan, cidade onde o vírus se originou.

Quando perguntado sobre os casos pela mídia, Taiwan disse que as autoridades de saúde da China disseram:

“Acredita-se que os casos não sejam de SARS; no entanto, as amostras ainda estão sendo examinadas e os casos foram isolados para tratamento”, diz um trecho do e-mail enviado por Taiwan à OMS em 31 de dezembro.

“Nós apreciaríamos muito se vocês tiverem informações relevantes para compartilhar conosco”, disse o e-mail.



Taiwan está localizada a cerca de 130 quilômetros da costa da China, mas se declara uma nação independente há mais de 70 anos. 

Pequim, no entanto, não reconhece a soberania de Taiwan e luta constantemente para trazê-la de volta ao controle. Como resultado, o regime chinês persuadiu com sucesso a exclusão de Taiwan da OMS.

Com informações da emissora FoxNews