Notícias de Última Hora

Licença médica de Celso de Mello pode favorecer anulação da condenação de Lula


O ministro Celso de Mello pediu licença por tempo indeterminado do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (19) para um tratamento de saúde. Mais antigo da corte, Mello fará uma segunda cirurgia no quadril. A última licença do ministro foi do dia 1º de janeiro até o dia 8 de abril deste ano.

Regimentalmente, a licença médica do ministro pode durar até 90 dias. Caso precise utilizar todo este período em sua recuperação, a trajetória do ministro na Suprema Corte pode, na prática, ser abreviada. Melo não retornaria antes de sua aposentadoria compulsória, marcada para o dia 2 de novembro.



A saída do ministro altera a dinâmica das votações na segunda turma do STF, onde Mello sempre deu voto contrário em ações que beneficiavam o ex-presidente condenado por corrupção e lavagem de dinheiro Lula.

Analistas garantem que o novo cenário trará um empate de 2×2 no julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro. Um empate favorece o réu e anula a condenação do corrupto, que estaria novamente apto a disputar a presidência da República em 2022.

Fonte: Portal Novo Norte