Notícias de Última Hora

Advogado de Lula acusa Lava Jato de ‘retaliação’ após ser alvo da PF

Enquanto defensor de Lula, o advogado acusa a Lava Jato de ter cometido uma série de ilegalidades


Após ser alvo da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (9),o advogado Cristiano Zanin acusou a força-tarefa da operação “Lava Jato” de retaliação.


A ação “E$quema S” investiga possíveis desvios, entre 2012 e 2018, de cerca de R$ 151 milhões das seções do Rio de Janeiro do Sesc, Senac e Fecomércio a escritórios de advocacia.

Em mensagem no Twitter, Zanin afirmou:

“Era óbvio que a Lava Jato iria promover alguma retaliação contra mim, afinal, nos últimos anos atuei incessantemente para desmascarar seus abusos. A invasão da minha casa e do meu escritório será por mim denunciada em todos os foros para que os responsáveis sejam punidos.”

Zanin esteve entre os 50 alvos de mandados de busca e apreensão expedidos pela PF na manhã de hoje.


Os alvos também incluem o advogado Frederick Wassef, que já defendeu o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), e a advogada Ana Tereza Basilio, que representa o governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC).


Com informações do portal Terra