Notícias de Última Hora

Agência alemã revela protótipo de veículo autônomo 'adaptável'

Módulo superior do U-Shift pode ser alterado para atender diversas demandas de transporte, desde a condução de passageiros até cargas de mercadorias


O Centro Aeroespacial da Alemão (DLR) desenvolveu o protótipo de um veículo autônomo para operações urbanas. Totalmente elétrico, o U-Shift corresponde a uma plataforma móvel que pode ser combinada com uma série de compartimentos para atender diferentes demandas de transporte.

O modelo apresenta um sistema hidráulico com quatro rodas e componentes para armazenar baterias. O módulo superior do veículo pode ser alterado conforme as necessidades de uso. Isso permite acoplar cabines de ônibus, compartimentos de transporte de carga ou mesmo salas comerciais ao U-Shift.



A ideia do DLR consiste em aproveitar essa multifuncionalidade para atender a diversas necessidades de mobilidade urbana. Uma proposta é realizar entregas autôno
mas de mercadorias sob demanda para supermercados, padarias e outros comércios. 

Conceito do protótipo do U-Shift. Imagem: DLR/Divulgação
Contudo, embora funcional, o protótipo do U-Shift ainda não configura um veículo autônomo, uma vez que seu deslocamento ainda é controlado por controle remoto.

O Centro Aeroespacial Alemão pretende usar o modelo para fazer avaliações preliminares sobre o sistema de trocas de compartimentos de carga ou passageiros. A iniciativa visa analisar principalmente parâmetros de experiência do usuário, incluindo o sistema de abertura de portas dos módulos superiores e questões de acessibilidade. A velocidade máxima do protótipo do U-Shift também é reduzida, segundo o TechCrunch. Por outro lado, ele pode operar continuamente por até 24 horas.


Os dados dos testes devem subsidiar o desenvolvimento e fabricação dos diferentes compartimentos que podem ser conectados a parte superior do veículo. Além disso, as informações serão empregadas no projeto de uma segunda versão que será autônoma de fato.

A expectativa é criar um modelo com foco na produção em escala e oportunidades de negócio e comercialização. O U-Shift também receberá aprimoramentos e poderá atingir velocidade de até 60 km/h.


Fonte: TechCrunch