Notícias de Última Hora

Araújo rebate críticas de Maia sobre visita do chanceler dos EUA

"Só teme a parceria Brasil-EUA quem teme a democracia", disse Araújo


O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que as críticas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, à visita do chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, baseiam-se em “informações insuficientes e em interpretações equivocadas”.

Em nota à imprensa emitida no sábado (19), Araújo lembrou que os EUA já doaram US$ 50 milhões para a operação “Acolhida”, que é coordenada pelo Exército Brasileiro para abrigar venezuelanos que atravessam a fronteira fugindo da ditadura de Nicolás Maduro.

Araújo informou que, durante a visita, o secretário Pompeo anunciou mais US$ 30 milhões para a operação, o que chamou de “quantia vultuosa”.


Ainda na nota, Araújo completou:

“Absolutamente nada no posicionamento do Brasil contra a ditadura de Maduro e em favor de uma Venezuela livre fere qualquer dos princípios do Artigo 4º da Constituição. Muito pelo contrário, nossa atuação descumpriria a Constituição se fechássemos os olhos à tragédia venezuelana.”

Em mensagem no Twitter, o chefe do Itamaraty enfatizou:

“Só teme a parceria Brasil-EUA quem teme a democracia. São infundadas as críticas do Presidente da Câmara Rodrigo Maia.”

O parlamentar Rodrigo Maia, havia afirmado que se trata de uma “afronta”. O ministro e o secretário tiveram se encontraram na sexta-feira (18) na cidade de Boa Vista, Roraima.

Com informações do site  Renova Mídia