Notícias de Última Hora

Bilionário crítico de Xi Jinping é condenado a prisão na China

Bilionário chinês ganhou destaque internacional após chamar o líder comunista da China de "palhaço"


O bilionário Ren Zhiqiang, crítico do mandatário Xi Jinping, da China, foi condenado a 18 anos de prisão e a pagar multa de US$ 620 mil por corrupção, aceitação de subornos, desvio de fundos e abuso de poder.

O anúncio foi feito, nesta terça-feira (22), pelo Tribunal Popular Intermediário Nº2 de Pequim.

De acordo com o veredito, Rem teria recebido subornos de 1,25 milhão de yuanes entre 2003 e 2017.


A sentença afirma ainda que o milionário “confessou todos os crimes e não apelará” contra a decisão.

Zhiqiang, 69 anos, ex-diretor de um grupo imobiliário público, foi expulso do Partido Comunista da China (PCCh) em julho.

Em março ele publicou na internet uma crítica à resposta das autoridades à pandemia de coronavírus, chamando Xi Jinping de “palhaço” e acusando o regime de reagir com atraso.

Com informações da agência France-Presse