Notícias de Última Hora

Extrema esquerda vota contra projeto para dobrar pena de corruptos

Fotomontagem: Gleisi Hoffmann (PT), Maria do Rosário (PT) e Sâmia Bomfim (PSOL)
Nesta terça-feira, 1º, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que dobra a pena para pessoas condenadas por casos de corrupção envolvendo recursos destinados ao enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Mesmo com a aprovação por 421 a 64 votos, o projeto sofreu forte resistência de partidos como PT, PSOL e PCdoB, que votaram em bloco contra a medida.

Lamentavelmente, parlamentares como Gleisi Hoffmann (PT), Zeca Dirceu (PT), Maria do Rosário (PT), Sâmia Bomfim (PSOL), Ivan Valente (PSOL), Glauber Braga (PSOL) e Daniel Almeida (PCdoB), votaram contra o PL.



O projeto de lei propõe dobrar a pena de crimes como associação criminosa, emprego irregular de verbas públicas e corrupção passiva e ativa que sejam cometidos com verbas públicas que seriam usadas no combate ao estado de calamidade.

A pena também será duplicada para quem fraudar a Lei de Licitações, crime comum apurado na pandemia. Neste caso, é frequenta ver sobrepreço na compra de insumos e contratação de empresas.

O PL agora segue para o Senado e certamente não contará com o apoio desses partidos.

Eles se protegem...


Fonte: Jornal da Cidade