Notícias de Última Hora

Bolsonaro sobre o trabalho da OMS: “Tá 7 x 0 pra mim. Não perdi nenhuma!” (veja o vídeo)

Fotomontagem: Jair Bolsonaro e Tedros Adhanom
Na sua live, nesta quinta-feira (15) o presidente da República, Jair Bolsonaro, ironizou o posicionamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o confinamento para tentar conter a pandemia de coronavírus.

Bolsonaro mostrou um cartaz com o título de uma reportagem sobre o pedido da OMS para que a Europa não adote o lockdown completo para conter uma possível segunda onda de infectados:

“Temos aqui uma matéria de 1º de abril, parece Dia da Mentira, mas não é, não: Questionada sobre Bolsonaro, OMS diz que contenção de coronavírus inclui lockdown. E, agora, seis meses depois, outra matéria: OMS pede Europa para não utilizar confinamentos. Não fazer lockdown.”


“Tá 7 a 0 para mim, não é 7 a 1, não: não perdi nenhuma ainda. Alguns acham que eu chutei, mas é muito chute para dar tudo certo. É questão de estudar, ir atrás, conversar com médicos, embaixadores.”

“Acho que vou acabar indo para a OMS ou o Tedros Adhanom [diretor-geral da OMS] continua lá?”, ironizou o presidente do Brasil, rindo ao lado do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça. As informações são do Jornal da Cidade.