Notícias de Última Hora

Fachin nega pedido de Lula para suspender processo do triplex


O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou nessa quarta-feira (30/9) um pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender o andamento de um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre o caso do triplex do Guarujá (SP).

Mesmo tendo de enfrentar uma ordem de bloqueio de R$ 237 milhões em seus próprios bens, Cristiano Zanin Martins, o advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não parou de trabalhar.

A defesa quer que o julgamento do recurso no STJ seja interrompido até que o STF julgue dois habeas corpus com os quais os advogados buscam anular todo o processo, com base em alegada parcialidade do ex-juiz Sergio Moro e dos procuradores que atuaram no caso.

O mesmo pedido de suspensão do andamento do recurso especial já havia sido negado pelo relator da Lava Jato no STJ, ministro Félix Fischer, motivo pelo qual a defesa acionou o STF. Fachin, no entanto, julgou não haver “ilegalidade evidente” que justificasse a medida.

Para Fachin, o habeas corpus solicitado pelos defensores do petista só é válido em caso de constrangimento ilegal, o que não ficou comprovado em nenhum lugar da solicitação apresentada por Zanin.

Lula foi condenado em primeira e segunda instâncias no caso do triplex. O STJ também confirmou a condenação, mas ainda há recursos pendentes de julgamento naquele tribunal.

Com informações, Agência Brasil