Notícias de Última Hora

Justiça impede tentativa de Caetano de burlar a lei em apoio a Manuela e Boulos

Fotomontagem: Manuela dÁvila, Caetano Veloso e Guilherme Boulos
Neste sábado, 10, a Justiça Eleitoral determinou a suspensão da divulgação de uma live de Caetano Veloso em apoio a Manuela D’Ávila, candidata do PCdoB à prefeitura de Porto Alegre.

Segundo o magistrado Leandro Figueira Martins, da 161ª Zona Eleitoral, o evento planejado pelo cantor tem “evidente relação com a campanha eleitoral de Manuela”.

“Estampado, portanto, que o evento planejado não se apresenta com característica vinculada exclusivamente ao entretenimento, com completa ausência de relação com o atual período eleitoral. Pelo contrário. Os atos de divulgação associam a apresentação do renomado cantor a evento planejado e que tem evidente relação com a campanha eleitoral da candidata Manuela, revelando-se aberto o comando do artigo 39 7º, da Lei n. 9.504/97, na medida em que veda a participação de artistas em ‘showmício’ ou ‘evento assemelhado’, desimportando a existência, ou não, de remuneração”, disse o juiz, em sua decisão.


O show virtual de Caetano Veloso estava marcado para 7 de novembro e tinha o objetivo de destinar os recursos da venda de ingressos para as campanhas de Manuela e de Guilherme Boulos.

Tudo por água abaixo…

A justiça sendo feita!

Fonte: jornal da Cidade