Notícias de Última Hora

Pai mata filho de 4 anos com gás de cozinha para 'punir' ex-esposa

Polícia ainda tentou negociar com assassino que ameaçava explodir a casa

Reprodução
Uma criança de apenas quatro anos foi morta, na noite de segunda-feira (19), pelo próprio pai, que queria “punir” a ex-companheira por ter terminado o relacionamento. O crime bárbaro ocorreu em Pojuca, Região Metropolitana de Salvador, na Bahia.

De acordo com informações do portal UOL, repassadas pela Polícia Militar, a mãe do pequeno Pedro Henrique Rodrigues foi a uma delegacia de Pojuca, na manhã de ontem, relatando ter recebido uma ligação do ex-companheiro, que tinha a guarda compartilhada do filho deles, ameaçando matar o menino.


Policiais militares foram até a residência para negociar com o homem. Segundo a guarnição, os agentes sentiram forte cheiro de gás de cozinha,e o acusado ameaçava explodir a casa.

Após a contenção e o isolamento do perímetro, foram requisitados também o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), uma viatura dos Bombeiros e uma ambulância do Samu.


A Polícia Militar afirma que, após um tempo de negociação, o acusado deixou de responder ao contato estabelecido pelo negociador. Nesse momento, os agentes decidiram que era necessária a entrada imediata na residência, onde foram encontrados, desacordados, o pai da criança e a vítima.

Os dois foram socorridos e encaminhados ao hospital, mas o menino não resistiu à inalação do gás butano. O pai foi hospitalizado e depois encaminhado para a delegacia de Pojuca, onde a ocorrência foi registrada.


A Polícia Civil informou que o homem foi autuado por homicídio. Ele já teve o flagrante convertido em prisão preventiva e está custodiado na DT/Pojuca, à disposição da Justiça.

Com informações do portal UOL