Notícias de Última Hora

Vítimas da tragédia em Pipa são casal e filho bebê de 7 meses

Hugo era natural de Jundiaí, no interior de São Paulo, e morava há algum tempo em Pipa

Vítimas de queda de falésia eram casal e filho de apenas sete meses Foto: Reprodução
As três pessoas que morreram após parte de uma falésia cair na tarde desta terça-feira (17), na Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte (RN), foram identificadas como sendo da mesma família. As vítimas são Hugo Pereira, de 32 anos, a esposa Stella Souza, e o filho do casal, um bebê de apenas 7 meses de idade. O cachorro da família também morreu no ocorrido.

De acordo com informações divulgadas pelo portal G1, Hugo era natural de Jundiaí, no interior de São Paulo, e morava há algum tempo em Pipa, uma das praias mais famosas do Rio Grande do Norte e distrito do município de Tibau do Sul, a cerca de 100 km de Natal. O homem trabalhava em um hotel famoso na região e estava de folga nesta terça.


O empresário Igor Caetano disse que viu o acidente e afirmou que Hugo, Stella e o filho estavam sentados perto da falésia. Segundo ele, a mãe estava abraçada com o bebê quando foi encontrada. Mesmo sendo encontrada ainda respirando, a criança acabou morrendo após tentativas de reanimação.


– A gente cavou até encontrar o pai, e depois encontramos a mãe e a criança. O menino ainda estava respirando. Por coincidência, uma médica estava passando aqui na hora, ela tentou reanimar a criança, mas não teve mais jeito – disse.


Os moradores da região relataram que a falésia é um risco para banhistas e disseram que costumam alertar sobre o perigo de acidentes. Conforme as marés enchem e atingem a falésia, sua base vai sendo desgastada, o que deixa a parte de cima mais vulnerável a desabamento.