Notícias de Última Hora

Xenofobia: Delegado Eguchi é atacado por ser do interior do Pará

Perfis de esquerda estão atacando Delegado Eguchi por ele ser do interior do Pará


O processo político em Belém para o segundo turno está refletindo a polarização a nível nacional. Desde quando foi definido o segundo turno entre Delegado Eguchi e Edmilson Rodrigues, a disputa entre militantes nas redes sociais ficou bem acirrada e tensa.

Tão tensa que, ao que parece, sem medo, estão praticando o vale tudo. Perfis de esquerda estão atacando Delegado Eguchi por ele ser do interior do Pará.


Eguchi nasceu em Tomé-Açu, no vale do Acará, a cidade é conhecida por abrigar uma das maiores colônias japonesas do Brasil. O delegado veio aos 4 anos para Belém, onde cresceu e constituiu família.


Xenofobia é crime e vale aqui ressaltar: Quem ataca outra pessoa por sua origem está agindo como um genuíno fascista, destaca do site Pará Web.


BELÉM DO INTERIOR

Belém é uma cidade formada por gente do interior do Pará e Maranhão que vieram para a capital em busca de oportunidades. Belém é marajoara, é abaetetubense, é cametaense, é santarena, é miriense.


Grandes nomes da cultura paraense são do interior do Pará e ajudaram a divulgar e exaltar a cidade pelo Brasil e mundo.

Done Onete é de Cachoeira do Arari; Pinduca é de Igarapé-Miri; Joelma é de Almeirim; Júnior Soares de Bragança; Ruy Barata de Santarém.

E todos eles cantam Belém em verso e prosa.