Notícias de Última Hora

Censura: Após ser retirado de lojas de aplicativo, rede social Parler tem site desativado



Após sofrer com a suspensão de seu aplicativo de lojas virtuais como a Play Store, do Google, e App Store, da Apple, a rede social Parler teve seu site desativado da internet nesta segunda-feira (11). O fundador da rede, John Matze, afirmou que a decisão de gigantes da internet, por suspender a aplicação, fez com que outros fornecedores abandonassem o suporte, e a rede ficasse 
“As declarações da Amazon, do Google e da Apple à imprensa sobre a redução do nosso acesso fizeram com que muitos de nossos outros fornecedores também abandonassem o suporte para nós. E a maioria das pessoas com servidores suficientes para nos hospedar fechou suas portas para nós”,


Apple e a Amazon suspenderam, no sábado (9), o aplicativo de suas lojas virtuais e de seus serviços de hospedagem. Na sexta-feira (8), o Google já havia tomado decisão semelhante. As companhias alegaram que a rede social não tomou medidas adequadas para evitar a “disseminação de postagens das pessoas que invadiram o congresso americano na semana passada”.

No domingo (10), Matze também criticou as companhias que suspenderam a rede e chamou a atitude de Amazon, Google e Apple de “esforço coordenado” e “tentativa de remover completamente a liberdade de expressão na internet”. O fundador do Parler também disse que a rede social deve demorar um pouco mais que o esperado para voltar e afirmou que eles estão buscando um novo provedor.

Fonte: Pleno News